Quando era crianca
Aprendi que contigo nao podia lidar
Que nao te tinha presente
Hoje quero fugir de ti

Que nao existe mais para mim
Ensinar a ser aquilo que nunca foste
Nao sou eu que o tenho que fazer
Es tu que me tens que ensinar a ser
Tens que me ensinar a ver
E a fazer
Errar toda a gente erra

Mas tu erras-te demais
Deste.me para traz
E agora nao sou nada
Simples objecto que para ti me tornei

Sofri muito e vi muito
Dezapareces-te do nada
Nao te despedis-te de mim
Nem um abraço nem um beijo
Um olhar frio em ti veijo
em teus olhos que poucos os vejo

Criar uma esperança
que nunca existo
Apartir de anos sem te ver
Anos a passar
Anos a espera para tornar aquilo que nunca foste
MAs agora criança deixei de ser
Adulta sou

Maneira de ver a vida
Aprendi a crescher sem ti
Sem te conhecer
sem dizer o quanto me fazias falta
Agora digo desaparece

Causas-te danos quando era criança
Agora deixa-me
E nao voltes outra vez para causar mais
Partis-te meu coração partis-te
Mil pedaços ficaram derramados

MAs agora vou saber lidar
Perdoar jamais
Dor passará
Incognita ficara
Um dia me perderas de vez
E ai nao voltaras a ver mais ......

0 comentários: