Como vou escrever agora
A falar de ti
Sem sentido
Com medo
Angustia
Que corre em meu coração

Naquela colina a espera da tua voz
Do teu sorriso brilhante
E a nostalgia que embarca
Mas com sentido
No coração

Escorro lágrimas de sangue
De dois anos de saudade
Que o mar levou
E nunca mais trouxe

Só lembranças
Sem ti!
Nunca mais


Mas volta
Vem tirar-me esta dor
As horas agora pararam no tempo
E tu jamais estarás

Solta-te mais uma vez
Vive
Nas estrelas e mostra-me outra vez
Como e possível brilhar

Num céu de imensidão
Num mar de perfeição
Tu és e serás o meu maior
Mundo que bate num só coração

Alice da Fonseca Rebelo Folques Minha vida <3

0 comentários: